Últimas Notícias


quinta-feira, 20 de fevereiro de 2020

Comitiva da Semad visita Rio Verde

Objetivo da visita foi conhecer o impacto da suinocultura para regulamento da nova lei de licenciamento ambiental




Uma comitiva do Governo de Goiás, representada pela Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), foi até o município de Rio Verde para conhecer uma das maiores granjas de suínos do Brasil. A visita faz parte da agenda da secretária Andréa Vulcanis pelo Estado para conhecer de perto as atividades econômicas estratégicas para Goiás e estabelecer os melhores critérios para a regulamentação da nova lei de licenciamento ambiental, aprovada em dezembro de 2019 pela Assembleia Legislativa.

A equipe foi recepcionada pelo prefeito Paulo do Vale, que fez questão de elogiar a gestão ambiental do governador Ronaldo Caiado. “É, hoje, uma das secretarias mais importantes do governo. Sabemos que muitas empresas dependem do licenciamento ambiental para se estabelecer e a secretária Andréa recebeu a Semad com vários entraves e já conseguiu dar mais dinamismo na liberação das licenças”, afirmou. “A missão não é fácil, mas os empreendedores e produtores rurais estão vendo que o governo está no caminho certo e que isto é importante para gerar emprego e renda para o Estado”, concluiu.

Andréa Vulcanis aproveitou a oportunidade para agradecer a disponibilidade dos prefeitos na agenda estabelecida em prol do regulamento da nova lei de licenciamento ambiental. “Estamos sendo muito bem recebidos nos municípios, os prefeitos têm nos ajudado muito neste processo de identificar os gargalos e os pontos estratégicos para o desenvolvimento sustentável do Estado”, aponta a secretária. Segundo ela, Rio Verde é um modelo de estruturação para outras cidades goianas. “O município mantém uma organização na área ambiental que propicia o crescimento econômico diretamente ligado à proteção ambiental e ao respeito à legislação”, disse.

Durante a tarde, a comitiva foi até a Granja Fetz, uma das maiores no ramo de suinocultura do Brasil. Os técnicos da Semad conversaram com os profissionais da empresa, conheceram as atividades de ciclo completo, desde a maternidade. “O objetivo é conhecer a fundo a atividade, como é seu funcionamento em campo, qual é o impacto ambiental do ciclo e modelar todas as licenças da nova lei aos requisitos pré-estabelecidos”, explica a secretária Andréa Vulcanis.

“Tudo será pré-estabelecido, cada impacto terá uma medida de mitigação ou de compensação ambiental pré-definida, de modo que entender como funciona toda a atividade tem influência fundamental na forma como será aplicada a análise do licenciamento”, afirma a titular da Semad.

Comunicação Setorial Semad


Fonte: Governo de Goiás


fixImgOG fixImgOG fixImgOG fixImgOG fixImgOG