Últimas Notícias


quarta-feira, 18 de março de 2020

DF confirma uma transmissão local de coronavírus e estuda 6 casos

Ainda não está claro como os pacientes foram infectados. Caso não se consiga determinar, será decretada transmissão comunitária




ATUALIZADO 17/03/2020 17:06

Em entrevista coletiva na tarde desta terça-feira (17/03), o secretário de Vigilância em Saúde, Julio Croda, confirmou que há um caso de transmissão local de coronavírus no Distrito Federal. O governo ainda investiga a cadeia de contágio de seis casos na capital federal. Ainda não está claro como os pacientes contraíram a doença.

Caso não se consiga determinar o momento do contágio, a capital do país deve decretar que tem transmissão comunitária. Ou seja, o vírus está circulando na capital federal. O resultado da pesquisa do governo deve sair nos próximos dias.

O governo local não confirma, mas há a suspeita de que o primeiro caso de transmissão local seja da empresária Sônia Nogueira Lim. Ela testou positivo para o novo coronavírus.

Esposa do empresário In Loon Lim, a paciente comunicou o resultado do exame para amigas com quem manteve contato. Ela não viajou para fora do país, mas esteve em contato com Rogério Villas Boas, ex-presidente da CEB, internado em estado grave.

Os casos que provavelmente não foram contraídos no exterior podem ser de transmissão local (quando há contato com um paciente confirmado) ou comunitária (quando não se sabe como o contraiu o vírus).

Números do DF


De acordo com a plataforma on-line do Ministério da Saúde, o Distrito Federal tem, até a tarde desta terça-feira (17/03), 21 casos confirmados e 253 pacientes suspeitos com coronavírus. A informação é diferente da repassada pela Secretaria de Saúde na manhã de hoje, que afirmou ter 22 casos diagnosticados na rede de saúde local.

O sistema dá conta ainda de 96 casos descartados na capital federal.

A primeira paciente confirmada do DF segue internada em estado grave no Hran. O marido dela, que está em isolamento domiciliar, pediu à Justiça para ser liberado e voltar à rotina normal no domingo (22/03).


Fonte: Metrópoles


fixImgOG fixImgOG fixImgOG fixImgOG fixImgOG