Últimas Notícias


segunda-feira, 2 de março de 2020

Gustavo Mendanha deixa UTI e segue em tratamento por mais 20 dias

Prefeito de Aparecida de Goiânia foi diagnosticado com trombose venosa. Ele está internado no Hospital Santa Mônica, no município, desde o último dia 25.


Gustavo Mendanha está internado no Hospital Santa Mônica, em Aparecida de Goiânia (Foto: Reprodução/Facebook)


02/03/2020, 10h27


O prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha (MDB), deixou a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) neste domingo (1º/3), mas seguirá em tratamento por mais 20 dias. A informação foi divulgada pela assessoria de imprensa da Prefeitura. De acordo com o texto, o presidente da Câmara Municipal, vereador Vilmar Mariano (MDB), assumirá a prefeitura interinamente.
Leia a nota na íntegra:
O prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha (MDB), está bem, deixou a UTI neste domingo, 1° de março, e seguirá internado para o tratamento adequado nos próximos 20 dias.
A partir desta segunda-feira, 02, o presidente da Câmara Municipal, vereador Vilmar Mariano (MDB), assumirá a prefeitura interinamente porque o vice-prefeito Veter Martins (MDB) se encontra de licença médica até o próximo sábado, 7 de março.
O primeiro compromisso de Vilmar Mariano como prefeito em exercício será o lançamento do programa ‘Prefeitura em Ação’ às 8h, na Avenida Santana, Setor Célia Maria, ao lado da sede do AparecidaPrev.

Gustavo Mendanha determina empenho total de toda a gestão neste período e agradece pelas orações recebidas.

Gustavo Mendanha, prefeito de Aparecida de Goiânia, é diagnosticado com trombose venosa

Gustavo Mendanha foi diagnosticado com trombose venosa e está internado no Hospital Santa Mônica, na Vila Sul, desde o último dia 25. Em um vídeo, gravado após a internação, o prefeito disse que procurou a unidade médica após sentir fortes dores de cabeça.
“Amigos, boa noite. Tô passando aqui pra acalmar todos vocês que me acompanham e torcem por mim. No dia de ontem eu tive uma dor de cabeça que me deixou muito mal. Eu passei o dia todo com ânsia de vômito e decidi procurar um médico”, explicou Mendanha.
Gustavo Mendanha continuou: “já de primeiro fiz o exame de tomografia, que identificou que eu estava com quadro de trombose venosa. De imediato o doutor Francisco, que chefia a equipe médica, passou uma medicação pra que pudesse haver essa descoagulação e pediu que eu ficasse internado na UTI, para tratamento intensivo. Ficarei aqui nos próximos seis dias, três na UTI e três no quarto.”



Fonte: Dia Online

fixImgOG fixImgOG fixImgOG fixImgOG fixImgOG