Últimas Notícias


sexta-feira, 13 de março de 2020

Psicóloga com coronavírus atendia estudantes em escola de Goiânia

A mulher esteve recentemente em viagem aos Estados Unidos. A escola suspendeu as aulas e fará uma limpeza na instituição.


Foto: Reprodução


13/03/2020, 07h15


Um dos casos confirmados do novo coronavírus em Goiás é de uma psicóloga, de 31 anos, que atendia estudantes de uma escola particular no Setor Jaó, em Goiânia. Segundo a direção do colégio, a mulher não apresentava sintomas, mas foi aconselhada a procurar auxílio médico.
Conforme informações, a funcionária da instituição estudantil esteve em viagem recentemente aos Estados Unidos. Ela não apresenta sintomas graves e está em isolamento domiciliar.
De acordo com a direção, o local suspendeu as aulas para evitar a propagação do coronavírus e vai passar por uma limpeza nesta sexta-feira (13/3). Além disso, será feita uma reunião para decidir as medidas a serem tomadas para garantir a saúde dos alunos.
Gestores da instituição informaram que a psicóloga teve pouco contato com os alunos depois que voltou dos Estados Unidos, isso porque ela estava envolvida em atividades da festa em homenagem ao Dia da Mulher. Alem disso, as pessoas que tiveram contato com a mulher também estão sob vigilância.

Casos de coronavírus confirmados em Goiás

Três casos de coronavírus são confirmados no Estado de Goiás, segundo governador do estado Ronaldo Caiado (DEM) em coletiva de imprensa. primeiro caso é de uma idosa de 61 anos, moradora de Rio Verde, região sudoeste de estado. Ela esteve recentemente na Espanha. Os outros dois são de duas mulheres de Goiânia, de 31 e 38 anos, respectivamente. A primeira viajou para os EUA e a outra, para a Itália, respectivamente.
As três mulheres não apresentam sintomas graves, e estão em isolamento domiciliar. Alem disso, as pessoas que tiveram contato com as mulheres monitoras também estão sob vigilância.
Os exames foram feitos realizados pelo Laboratório de Saúde Publica Dr. Giovanni Cysneiros (Lacen/GO), em Goiânia.
Além disso, o governador também confirmou que decretará hoje o Estado de Emergência na saúde de Goiás para facilitar a aquisição de insumos e equipamentos para estruturar os mais de 200 leitos do Hospital do Servidor Público . Eles irão funcionar como um anexo do Hospital de Doenças Tropicais.

Por fim, os números apresentados pelo governo de Goiás são dissonantes com aqueles apresentados pelo Ministério da Saúde. Segundo relatório do órgão federal, o estado possuí 16 casos suspeitos.


Fonte: Dia Online

fixImgOG fixImgOG fixImgOG fixImgOG fixImgOG