Últimas Notícias


sexta-feira, 6 de março de 2020

Quatro casos suspeitos de coronavírus em Goiás, mas nenhum confirmado

Outros doze casos suspeitos já foram descartados e nenhum foi confirmado ainda. Novas atualizações da Secretaria da Saúde serão feitas na tarde desta sexta-feira (6).


Foto: Reprodução


06/03/2020, 08h25


A Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO) divulgou um boletim na tarde desta quinta-feira (5/3) informando que há quatro casos suspeitos de coronavírus em Goiás. 
Devido as suspeitas, todos os suspeitos tiveram material coletado para análise, mas nenhum está hospitalizado. Conforme informações, outros 12 casos suspeitos já foram descartados. Até o momento, nenhum caso foi confirmado.
Na tarde desta quinta-feira (5/3), uma jovem, de 21 anos, foi encaminhada para o Hospital de Doenças Tropicais de Goiânia (HDT), em Goiânia, após apresentar sintomas semelhantes aos do coronavírus.
A jovem foi até o Cais do bairro Vila Nova e informou que havia chegado recentemente da Itália, que já registra quase 4 mil casos e 148 mortes em decorrência da doença.
A Secretaria de Saúde está monitorando todos os novos casos suspeitos e seguindo as orientações do Ministério da Saúde para identificar novos registros. Um novo boletim deve ser divulgado na tarde desta sexta-feira (6/3).

Com casos suspeitos de coronavírus, Goiás receberá kits para diagnóstico

Com mais de 400 casos suspeitos de coronavírus no país, o Ministério da Saúde comunicou, na última segunda-feira (2/3), que distribuirá 30 mil kits para teste diagnóstico (protocolo de Berlim) do COVID-19. Goiás, que já realiza o exame, também receberá novos kits, no entanto, a distribuição inicial será feita aos Laboratórios Centrais de Saúde Pública (LACENs) dos estados do Amazonas, Pará, Roraima, Bahia, Ceará, Pernambuco, Sergipe, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Distrito Federal, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina.

De acordo com o comunicado feito pelo ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, o objetivo é aumentar a capacidade laboratorial para diagnóstico do coronavírus em todo o território nacional. A entrega dos kits deve começar já na próxima semana, gradativamente, será ampliada para todos os 27 LACENs do país.
A pasta pretende capacitar todos os laboratórios centrais do país para aumentar a vigilância para a doença. “Esses estados serão os primeiros que passarão a realizar os testes e, dentro de 20 dias, teremos todos os laboratórios centrais do Brasil realizando o teste específico para o coronavírus. Temos que ampliar a vigilância. Estamos capacitando os estados e, desta forma, teremos mais capacidade de realizar os testes. Estamos ampliando principalmente porque estamos entrando no período de sazonalidade das doenças respiratórias”, destacou o secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Wanderson de Oliveira.


Fonte: Dia Online

fixImgOG fixImgOG fixImgOG fixImgOG fixImgOG