Últimas Notícias


terça-feira, 14 de abril de 2020

Agrodefesa amplia orientações sobre fiscalização, trânsito de animais e eventos

Principais regras são para proteger tanto os animais, quanto as pessoas, que devem evitar aglomerações



O período de quarentena imposto pelo novo coronavírus e o isolamento social decretado pelo governo estadual exige muitos cuidados como forma de minimizar e evitar a disseminação da Covid-19 em Goiás. Focada nesta questão, a Agência Goiana de Defesa Agropecuária (Agrodefesa), órgão do Governo de Goiás, reafirma as regras sobre trânsito de animais e realização de eventos pecuários como leilões, exposições e atividades esportivas.

As principais regras objetivam tanto proteger os animais, pela mitigação ou eliminação de enfermidades, quanto as pessoas, que devem evitar a todo custo as aglomerações.

O presidente da Agrodefesa, José Essado, ressalta que a Gerência de Fiscalização Animal, responsável pela fiscalização do trânsito de animais e dos produtos de origem animal, está atuante e atenta para o cumprimento de todas as normas de segurança mesmo neste período de quarentena. Ele reforça que essas regras têm como objetivo principal impedir a difusão de doenças dos animais, garantir o correto transporte de produtos para o consumo humano e proteger a economia do Estado.

Fiscalizações


As fiscalizações ocorrem por meio de postos fixos e equipes móveis em todo o território goiano. O principal ponto fixo de fiscalização é o Posto JK, em Itumbiara, responsável pela fiscalização na entrada ao Estado de animais vivos, produtos e subprodutos dos mesmos, averiguando a documentação e as condições sanitárias, impedindo que transitem de forma irregular e transgridam os limites geográficos não permitidos.

A fiscalização móvel também tem continuidade com a tarefa de controlar o trânsito de animais. A Gerência de Fiscalização Animal conta com 21 equipes, que percorrem todo o Estado, fiscalizando o trânsito de animais, produtos e subprodutos, conferindo documentos sanitários obrigatórios, além de coibir roubos de gado, fraudes, falsificações e adulterações de documentos, bem como evitando o comércio de produtos clandestinos e de má qualidade.

Eventos pecuários


As aglomerações de animais com finalidade específica como leilões, exposições e atividades esportivas também requer atenção especial das equipes de fiscalização. Isso porque os eventos pecuários reúnem em um mesmo recinto animais de diversas procedências, o que aumenta o risco de transmissão e disseminação de enfermidades, causando prejuízos econômicos.

Agora mesmo, neste período de quarentena, a Agrodefesa editou portaria para regular a realização de leilões presenciais, que não podem ter mais do que 30 pessoas, que haja distanciamento entre elas e que sejam também acompanhados por policiais. Desse modo, os fiscais sempre estão presentes nos eventos verificando o cumprimento das exigências sanitárias conforme a espécie, finalidade e faixa etária de modo a manter no recinto apenas animais saudáveis.

A própria população, assim como entidades classistas e órgãos governamentais, podem contribuir para o cumprimento das normas de fiscalização, enviando informações ou mesmo fazendo denúncias de suspeitas de irregularidades higiênico-sanitárias tais como abate clandestino de animais, processamento clandestino de produtos de origem animal, não conformidades em indústrias de processamento de alimentos, trânsito e comercialização irregular de produtos e outras situações similares. O telefone para informações e denúncias é 0800 6461122.

 Assessoria de Comunicação da Agrodefesa

Mais informações:  (62)  3201-3546


Via: Governo de Goiás


fixImgOG fixImgOG fixImgOG fixImgOG fixImgOG