Últimas Notícias


quarta-feira, 8 de abril de 2020

Cidade de Goiás proíbe entrada de turistas até 12 de abril

Segundo decreto municipal, de 7 a 12 de abril, é proibida a entrada de pessoas não residem na cidade, com exceção de entrega de medicamentos, mercadorias alimentícias e serviços funerários.


Foto: Reprodução/Viajante Curioso



07/04/2020, 15h07


A Cidade de Goiás proibiu a entrada de turistas no município até o dia 12 de abril. O decreto municipal, assinado pela prefeita Selma Bastos (PT), entra em vigor nesta terça-feira (7/4). “Para enfrentamento da situação de emergência de saúde pública fica determinado o bloqueio e/ou instalação de Barreira Sanitária nas entradas da cidade, a partir das 17h do dia 7 até às 23h do dia 12 de abril, ficando terminantemente proibida a entrada de pessoas que não residem no município de Goiás”, diz trecho do documento.
No decreto, a prefeita enfatiza que a medida tem como objetivo evitar a propagação da covid-19. Com a determinação, a Cidade de Goiás deixa de receber turistas durante o ferido da Semana Santa, data que seria propícia para aglomeração de pessoas.

Prefeitura da Cidade de Goiás mantém entrada apenas de serviços essenciais

Como o próprio decreto explica, é proibida a entrada de pessoas que não residem no município de Goiás, com exceção de serviços essenciais como:

  • Entrega de medicamentos em farmácias, hospital e Unidades de Saúde;
  • Entrega de mercadorias em padarias, mercearias, mercados e supermercados;
  • Segurança privada;
  • Tratamento e abastecimento de água;
  • Geração, transmissão e distribuição de energia elétrica, gás e combustíveis;
  • Assistência médica e hospitalar;
  • Serviços funerários; e
  • Atividades ligadas a serviços essenciais.
Ainda de acordo com o documento, o Departamento de Fiscalização Municipal juntamente com a Vigilância Sanitária contará com o auxilio da força policial para fazer valer as medidas restritivas em vigor, especialmente a entrada de novos hóspedes em hotéis, pousadas, hostel, casas de temporadas e congêneres, proibida desde 20 de março.
O decreto também proíbe o consumo de bebida alcoólica nos estabelecimentos comerciais instalados em postos de combustíveis situados em rodovias.

Procissão do Fogaréu, na Cidade de Goiás, é cancelada

A Procissão do Fogaréu, que ocorre anualmente na Cidade de Goiás, foi cancelada pela Organização Vilaboense de Artes e Tradições (OVAT), por conta da pandemia do coronavírus. É a primeira vez, em 275 anos, que se registra o cancelamento do evento, que só ocorrerá em 2021.
Em nota, a OVAT explicou que a decisão foi tomada “em respeito aos Decretos Estadual e Municipal a fim de colaborar para que não se propague os malefícios do coronavírus”. Também serão suspensos, por 15, prorrogáveis ou não, todos os trabalhos relativos à preparação das cerimônias, celebrações, manifestações e procissões durante a Semana Santa da Cidade de Goiás, celebrada no período de 5 a 12 de abril deste ano.

Via: Dia Online

fixImgOG fixImgOG fixImgOG fixImgOG fixImgOG