Últimas Notícias


terça-feira, 21 de abril de 2020

Começa a vacinação contra a gripe H1N1 para população carcerária

A ação tem como objetivo vacinar todos os detentos do Estado



A Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (Dgap), por meio da Gerência de Assistência Biopsicossocial, iniciou a disponibilização de vacinas contra a gripe H1N1 à população carcerária, entregues pela Secretaria de Estado da Saúde. A ação visa vacinar todos os detentos do Estado, nos próximos dias.

Segundo a gerência que integra à Superintendência de Reintegração Social e Cidadania (Supresc), doses da vacina estão sendo aplicadas em diversas unidades do sistema prisional desde a última quinta-feira, dia 16. “Estamos seguindo o Calendário da Vigilância Epidemiológica e até o presente momento foram dispensadas cerca de 630 doses.” Frisa Sandro Souza e Silva, gerente de Assistência Biopsicossocial. 

Os presos de unidades prisionais do Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia já foram imunizados,  como Colônia  Agroindustrial do Regime Semiaberto, Núcleo de Custódia , Central de Triagem, Penitenciária Feminina Consuelo Nasser, além dos estabelecimentos penais no interior como em Luziânia, entre outros. Na próxima semana, está  prevista vacinação na Penitenciária Coronel Odenir Guimarães (POG) e Casa de Prisão Provisória (CPP), ambas em Aparecida de Goiânia.

O gerente Souza e Silva ressalta que a assistência à saúde nas unidades prisionais ocorre a partir de parcerias entre a Dgap e as Secretaria Estadual de Saúde, bem como Secretarias Municipais de Saude, estendendo a vacinação pelas unidades do interior com o apoio das Vigilâncias Sanitárias, seguindo modelo da Política Nacional de Atenção Integral à saúde das pessoas privadas de liberdade no sistema prisional (Pnaisp) do Ministério da Saúde.

Para o Diretor-geral de Administração Penitenciária, coronel Agnaldo Augusto da Cruz, essa é mais uma etapa do plano de ação que envolve uma ampla mobilização do Governo do Estado e Secretaria de Segurança Pública para a garantia da saúde da população carcerária, em especial nesse momento da pandemia do coronavírus. “Vale ressaltar que a vacinação contra a gripe H1N1 faz parte do calendário anual da imunização da população carcerária, mas, em especial, nesse momento, é fundamental para aumentar a imunidade desse público”, afirma.

A Dgap administra hoje 110 unidades prisionais no Estado, com uma média de 20 mil presos.

Comunicação Setorial Dgap



Via: Governo de Goiás


fixImgOG fixImgOG fixImgOG fixImgOG fixImgOG