Últimas Notícias


quarta-feira, 22 de abril de 2020

Empresários da 44, em Goiânia, apresentam proposta de reabertura do comércio

Os empresários pretendem apresentar ao chefe do Executivo municipal uma proposta de reabertura do comércio e retomada das atividades dentro das recomendações sanitárias da OMS.


Foto: Divulgação




22/04/2020, 09h26



O prefeito Iris Rezende deve se reunir, na tarde desta quarta-feira (22/4), com empresários da 44, região comercial de Goiânia, para tratar dos efeitos do decreto que visa a contenção do avanço do novo coronavírus no município. Os empresários pretendem apresentar ao chefe do Executivo municipal uma proposta de reabertura do comércio e retomada das atividades dentro das recomendações sanitárias da Organização Mundial de Saúde (OMS) contra a Covid-19.
Na reunião, os diretores da Associação Empresarial da Região da 44 (AER44) vão propor a tomada responsável das atividades comerciais seguindo as normas da OMS e também com acompanhamento de um médico infectologista até o final do mês de maio.
A região da 44 emprega cerca de 150 mil pessoas diretamente e é considerado o segundo maior polo de distribuição de moda do Brasil. Entre as medidas que os empresários se dispõem a adotar, estão a limpeza e desinfecção diária das ruas e calçadas do local, uso de máscaras por todos os funcionários e lojistas da região, pontos de disponibilidade de álcool em gel em shoppings, galerias e hotéis.
Além disso, outra proposta que será debatida será a contenção do fluxo e impedimento da entrada de turistas. Segundo o presidente da AER44, Jairo Gomes, os empresários já informaram e alinharam com os guias e organizadores de excursões que a Região da 44 não poderá, momentaneamente, receber caravanas de turistas de compras vindas de outros estados. “Só ai devemos ter uma redução de 70% do fluxo de pessoas na região”, afirmou.

Reabertura do comércio, mesmo que parcial, decretada por governo estadual foi elogiada por empresários

Em carta aberta, empresários integrantes do Fórum de Entidades Empresariais de Goiás (FEE) elogiaram e apoiaram o novo decreto estadual com ações de combate ao coronavírus. O documento, assinado pelo governador Ronaldo Caiado (DEM), está em vigor desde a segunda-feira (20/4) e permite a abertura de algumas atividades comerciais consideradas essenciais, mas mantendo o isolamento social.
A nota oficial destacou que os critérios adotados pelo Governo de Goiás “atendem as diretrizes sempre defendidas pelo setor produtivo para a flexibilização das restrições econômicas, com total segurança de suas atividades, dos trabalhadores e da população, sem comprometer o rígido e necessário controle da contaminação pela Covid-19”.
O Fórum, também na carta, reforça que continua as negociações para que atividades comerciais não atendidas pelo novo decreto possam ser contempladas em breve. Os empresários querem colaborar com a adoção de novas medidas que visem a retomada do crescimento da economia goiana e que levem a solucionar a crise sanitária atual.
No texto, os empresários também pedem conscientização à sociedade, uma vez que consideram fundamental que todas as pessoas e empresas cumpram rigorosamente os protocolos previstos no novo decreto do Estado e as recomendações das autoridades de saúde.
Ao receber a carta aberta, o governador Caiado agradeceu o apoio e a compreensão do empresariado.


Via: Dia Online


fixImgOG fixImgOG fixImgOG fixImgOG fixImgOG