Últimas Notícias


quinta-feira, 9 de abril de 2020

Governador anuncia pagamento de auxílio alimentação a 91 mil alunos da rede estadual

Valor de R$ 150 foi depositado a estudantes de famílias inscritas no CadÚnico. “Os mais vulneráveis terão sempre o apoio do Governo de Goiás”, garante Caiado



“Toda família que está no Cadastro Único (CadÚnico) e que tem o filho na rede estadual de ensino teve hoje depositado R$ 150”, anunciou o governador Ronaldo Caiado, nesta quarta-feira, dia 8, durante live diária em redes sociais e também na cadeia de rádios da Agência Brasil Central e emissoras parceiras. O recurso, que irá beneficiar cerca de 91 mil estudantes de famílias carentes, é mais uma das estratégias que o Governo de Goiás adota para levar mais dignidade ao cidadão de baixa renda, em razão das medidas impostas pelo combate à propagação do coronavírus.

Caiado explicou que, como houve a suspensão das aulas, que vai durar pelo menos até o final deste mês, muitas crianças e adolescentes deixaram de receber alimentação adequada, oferecida nas unidades de ensino. Por isso, o Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Educação (Seduc), em esforço conjunto, conseguiu repassar a toda família cadastrada no CadÚnico o recurso de R$ 150, pago por aluno. O primeiro valor que já está na conta do responsável pelo estudante é referente a 30 dias, entre 18 de março a 18 de abril, lembrando que o recebimento da verba é condicionante à regularidade escolar.

“Uma família que tem dois alunos na rede estadual vai receber R$ 300. Se tiver três, R$ 450. Esse dinheiro está sendo repassado para alimentar seus filhos corretamente. Por favor, é exclusivamente para isso, para que possam melhorar a alimentação”, explicou Ronaldo Caiado. Ainda conforme o governador, o recurso para o pagamento do auxílio vem do Tesouro Estadual.

O benefício foi instituído pelo Decreto nº 9.643, que criou o programa de alimentação escolar da rede pública de ensino durante o período de enfrentamento à Covid-19. Na ocasião, ficou estabelecido o aporte de R$ 75 aos alunos, referente aos primeiros 15 dias de suspensão das aulas. Diante da prorrogação da suspensão até 30 de abril, como anunciado na última sexta-feira, dia 3, o Governo de Goiás depositou outros R$ 75,00 para os próximos 15 dias. O pagamento será realizado nos cartões Bolsa Família, Renda Cidadã ou Cartão Cidadão. A lista completa com os beneficiados está disponível no site da Secretaria de Estado de Educação (www.seduc.go.gov.br).

Caiado ressalta que essa ação mostra a diferença de sua gestão, que sabe economizar e, ao mesmo tempo, fazer o dinheiro chegar a quem mais precisa. “As famílias mais vulneráveis terão sempre o apoio do Governo de Goiás. Elas são prioridade no nosso governo, podem ter certeza. Vamos sair da crise e recuperar a economia. Mas o principal é salvar vidas e disso não abrimos mão. Essas famílias estão tendo mais um reforço para alimentação, em decorrência do filho estar na escola. Estão aprendendo e tendo o Estado para poder contemplar as famílias de baixa renda”, emendou o governador.

Outros temas


Ainda durante a live, o governador atualizou os últimos dados dos infectados pelo novo coronavírus no Estado. Até a tarde desta quarta-feira, eram 159 casos confirmados, com sete óbitos e outros seis em investigação. Caiado voltou a mostrar preocupação com a expansão de registros da doença em Goiânia. A capital tem 85 casos confirmados. A região do Entorno do Distrito Federal confirmou 12 infecções pela Covid-19. “Não estamos medindo esforços. Mas os números estão dentro do que é esperado, dentro das projeções, e não estão fora da capacidade de atendimento”, sublinhou.

A estadualização de unidades hospitalares no interior do Estado também esteve entre os assuntos abordados pelo governador, uma vez que a Assembleia Legislativa aprovou que hospitais em Jataí, São Luís de Montes de Belos, Luziânia e Formosa, sejam repassados para a administração estadual. Recentemente, a justiça também repassou para o governo goiano o hospital de Itumbiara.

Caiado lembrou de outra medida importante adotada pelo Estado: a prorrogação de pagamentos de tributos, como o ICMS para os optantes do Simples Nacional, que terá vencimento para o segundo semestre. Medida semelhante foi adotada com o IPVA de 2020. “Jogamos o pagamento para frente, e o IPVA é fonte importante de arrecadação para o Estado”, enfatizou.

Secretaria de Comunicação - Governo de Goiás


Via: https://www.goias.gov.br/index.php/servico/44-educacao/121241-governador-anuncia-pagamento-de-auxilio-alimentacao-a-91-mil-alunos-da-rede-estadual


fixImgOG fixImgOG fixImgOG fixImgOG fixImgOG