Últimas Notícias


quinta-feira, 23 de abril de 2020

Saneago mantém suspensão do corte de água por falta de pagamento

Prazo para que o serviço não fosse interrompido por inadimplência seria até 30 de abril, mas o Ministério Público Estadual e Ministério Público Federal pediram prorrogação por mais 60 dias.

Foto: Repodução



23/04/2020, 09h26



A Saneago decidiu manter a suspensão do corte de água por falta de pagamento dos consumidores de Goiás, por conta da pandemia do coronavírus. O prazo para que o serviço não fosse interrompido por inadimplência seria até 30 de abril, mas o Ministério Público Estadual (MP-GO) e o Ministério Público Federal (MPF) pediram prorrogação por mais 60 dias.
Para o MP, considerando que os efeitos da pandemia do novo coronavírus continuam, o fornecimento de água tratada neste momento é imprescindível nas medidas de combate à covid-19. Conforme os órgãos, a Saneago tinha prazo de cinco dias para informar sobre o acatamento da solicitação.
Em nota, a empresa de abastecimento disse que atende orientações do governo e análises técnicas e também levará em conta as recomendações do ministérios. Além disso, a Saneago reforçou que vai responder às solicitações dentro do prazo. Ainda no texto, a empresa agradece aos cliente que estão com as contas em dia, pois isso é importante para a manutenção dos serviços.

Saneago mantém suspensão do corte de água por falta de pagamento e Enel disponibiliza autoleitura

Já está disponível em Goiás a opção da autoleitura do medidor de energia para clientes residenciais e comerciais. Com a novidade, a Enel espera conseguir “retirar gradativamente das ruas as equipes que fazem a leitura dos medidores, assim como reduzir o tempo de exposição em campo, protegendo clientes e colaboradores nesse momento de avanço da pandemia do coronavírus.”
A Enel explica que os clientes que optarem por não fazer a autoleitura podem ter a conta de energia faturada pela média aritmética de consumo dos últimos doze meses, de acordo com a regra anunciada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).
Clientes industriais não poderão contar com a nova opção, uma vez que 95% deles já é faturado por meio de medição remota, sem visita a campo. Os outros 5% continuarão a contar com o serviço de leitura. Clientes que participam como Geração Distribuída e Tarifa Branca também continuarão sendo lidos.
autoleitura pode ser informada pelo site da Enel (www.enel.com.br) ou pelo aplicativo Enel Goiás, disponível para Android e iOS. Segundo a empresa, é necessário baixar a versão mais atualizada do app para contar com a funcionalidade. Para fazer a autoleitura basta o cliente ir até o medidor de energia da casa, do apartamento ou do estabelecimento comercial dele, anotar o número exibido no aparelho e informá-lo à Enel pelas ferramentas disponíveis.


Via: Dia Online


fixImgOG fixImgOG fixImgOG fixImgOG fixImgOG