Últimas Notícias


quinta-feira, 23 de abril de 2020

Saúde de Goiânia inicia testes para Covid-19 com resultado em 24h

A princípio, serão feitos 50 testes que detectam a Covid-19 por dia, mas a intenção da Secretaria é a de que esse número aumente gradativamente.


Foto: Reprodução



23/04/2020, 08h35



A Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia (SMS) começa, a partir desta quinta-feira (23/4), a fazer testes rápidos para coronavírus cujos resultados ficam prontos em 24 horas. A princípio, serão feitos 50 testes que detectam a Covid-19 por dia, mas a intenção da Secretaria é a de que esse número aumente gradativamente.
Os testes, que devem entregar o resultado em um dia, serão feitos pelo Laboratório de Imunologia de Transplantes de Goiás (HLAGyn). Até então, os testes eram feitos pelo Laboratório Estadual de Saúde Pública de Goiás (Lacen-Goiás) e demoravam até 7 dias para ficarem prontos. Agora, com as novas testagens, segundo a secretária de Saúde, Fátima Mrue, a intenção é dar “mais agilidade ao encaminhamento dos pacientes” com Covid-19 que necessitam de internação numa Unidade de Terapia Intensiva (UTI).
O contrato com o HLAGyn foi assinado na última quarta-feira (22/4), pelo valor de serviço de R$ 653 mil.

Em Goiânia, das 241 pessoas diagnosticadas com Covid-19, 72 se recuperaram

Do total de 241 pessoas diagnosticadas com Covid-19, em Goiânia , 72 já se recuperaram. O dado foi divulgado nesta terça-feira (21/4), pela Prefeitura de Goiânia, com base em dados da Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Ainda de acordo com o boletim, 10 mortes já foram confirmadas na capital.
Goiás tem hoje 421 casos confirmados da doença, divididos em 45 municípios (lista abaixo), sendo a maioria deles em Goiânia. Casos de coronavírus já foram registrados em bairros de todas as regiões da capital, incluindo bairros afastados do Centro e das regiões nobres, onde foram notificados os primeiros infectados.
Ainda conforme a SMS, dos casos confirmados, foram registradas 55 internações, sendo 29 internações em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs). No estado, há 19 casos confirmados internados. Destes, três estão em unidades públicas da rede estadual e 16 na rede privada. Há ainda 55 casos suspeitos e em investigação que encontram-se internados; destes, 30 estão na rede pública e 25 na rede privada.

Fonte: O Popular


Via: Dia Online


fixImgOG fixImgOG fixImgOG fixImgOG fixImgOG