Últimas Notícias


quarta-feira, 13 de maio de 2020

Goiânia terá carreata contra fechamento do comércio nesta sexta (15)

O ato, em resposta ao novo decreto do governador Ronaldo Caiado com publicação prevista para esta semana, está sendo divulgado pelas redes sociais e conta, inclusive, com o endosso de alguns parlamentares da capital goiana.


Foto: Paulo Ricardo/Futura Press



13/05/2020, 12h19


Uma carreata contra fechamento do comércio em Goiás está sendo planejada para acontecer na tarde da próxima sexta-feira (15/5), em Goiânia. O ato, em resposta ao novo decreto do governador Ronaldo Caiado com publicação prevista para esta semana, está sendo divulgado pelas redes sociais e conta, inclusive, com o endosso de alguns parlamentares da capital goiana.
A carreata está prevista para acontecer na próxima sexta-feira, a partir das 15h. Segundo o banner de divulgação que está sendo compartilhado nas redes, o ato deve partir do Mercado Municipal do Setor Pedro Ludovico e ir até a Praça Cívica. O banner traz ainda os seguintes dizeres: “Caiado, o seu decreto vai matar mais pobres e desempregados que o próprio Covid-19. Nós goianos não iremos deixar!”, e finaliza com “Diferentemente do nosso, o seu benefício não está ‘em análise'”.

O vereador Oséias Varão (PP) é um dos que compartilharam a convocação da carreata. A um veículo local, o vereador declarou que não sabe de quem foi a ideia para a carreata, mas acredita que o movimento seja espontâneo, democrático e legítimo.

Carreata contra fechamento do comércio é resposta a novo decreto de Caiado, a ser publicada nesta semana

Conforme adiantado por Caiado, o novo decreto de reforço à contenção do avanço do novo coronavírus, que será publicado até quinta-feira (14/5), vai liberar apenas atividades essenciais como hospitais, farmácias, supermercados e indústrias de alimentos. O documento deve vigorar entre 10 e 15 dias.
Em série de entrevistas, Caiado reforçou que as medidas de distanciamento social serão rígidas. “Agora não adianta voltarmos com ações intermediárias. É muito melhor [ser rígido] do que perder vidas”, declarou. A nova edição deve sair até quinta-feira (14/5).
estado se destacava com 70% no ranking de isolamento social, considerado medida essencial no combate à propagação do novo coronavírus. Atualmente, segundo dados da empresa In Loco, Goiás ocupa a última posição, com apenas 37%.


Via: Dia Online

fixImgOG fixImgOG fixImgOG fixImgOG fixImgOG