Últimas Notícias


segunda-feira, 11 de maio de 2020

Goiás estuda endurecer restrições se índice de isolamento não subir

Caiado se reúne com prefeitos nesta segunda-feira (11), para discutir novas medidas. Segundo secretário de Segurança, governo não descartará bloqueio total se taxa de isolamento não superar 50%.


Foto: Reprodução/Rota Jurídica



11/05/2020, 14h28



O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), convocou uma reunião de urgência com prefeitos dos municípios goianos, via videoconferência, nesta segunda-feira (11/5), para discutir o endurecimento das medidas de restrição. O estado, que antes liderava o ranking de isolamento social no país, ocupa o último lugar, com taxa menor que 40%.
Também nesta segunda, o secretário de Segurança Pública do Estado de Goiás (SSP), Rodney Miranda, em reunião no Paço Municipal, explicou que governo não descartará decretar o lockdown (bloqueio total das atividades) se a taxa de isolamento não superar 50%.
Até o momento, ainda segundo ele, a medida tem sido evitada. No entanto, houve um relaxamento preocupante nos últimos dias, que poderia aumentar a disseminação do novo coronavírus. Em entrevista à TV Anhanguera, o secretário pediu a contribuição da população e reforçou que se não houver mudança no comportamento, o bloqueio não estará descartado.

Governador de Goiás havia descartado lockdown; isolamento no estado caiu de 60% para 37,44%

Na última semana, em uma entrevista ao Jornal O Popular, Caiado rejeitou a possibilidade de um lockdown em Goiás em razão da pandemia do coronavírus e do aumento de casos confirmados no estado. Segundo ele, a alternativa nunca foi discutida, mas caso “haja resistência” por parte da população em atender aos protocolos sanitários, como o uso de máscara de proteção e o distanciamento social, um novo decreto pode ser baixado.
Segundo levantamento da Base In Loco, Goiás ocupa o último lugar no ranking de isolamento social no país (37,44%). O estado tem mais de mil casos confirmados da covid-19, causada pelo novo coronavírus e mais de 11.800 notificações em investigação. Até o momento, 47 mortes foram confirmadas.
Veja abaixo o índice de isolamento social por estado:
  • Ceará: 50,76%
  • Amapá: 50,71%
  • Pará: 49,15%
  • Amazonas: 48,53%
  • Acre: 48,11%
  • Maranhão: 47,63%
  • Rio de Janeiro: 46,47%
  • Pernambuco: 45,20%
  • São Paulo: 43,47%
  • Rondônia: 43,22%
  • Alagoas: 43,15%
  • Distrito Federal: 42,49%
  • Bahia: 42,43%
  • Piauí: 42,26%
  • Ria Grande do Sul: 42%
  • Sergipe: 41,90%
  • Espírito Santo: 41,70%
  • Paraíba: 41,67%
  • Roraima: 41,21%
  • Santa Catarina: 40,03%
  • Minas Gerais: 40%
  • Paraná: 39.65%
  • Rio Grande do Norte: 39,57%
  • Tocantins: 38,77%
  • Mato Grosso do Sul: 38,69%
  • Mato Grosso: 38,03%
  • Goiás: 37,44%

Fonte: G1 O Popular


Via: Dia Online


fixImgOG fixImgOG fixImgOG fixImgOG fixImgOG