Últimas Notícias


segunda-feira, 4 de maio de 2020

Taxa de mortalidade pelo coronavírus em Goiás é de 4 por milhão de habitantes

O número coloca o estado ao lado de de outros como Mato Grosso do Sul e Minas Gerais, que possuem a mesma taxa, e abaixo de estados como Mato Grosso e Tocantins, que apresentam índice de 3 vítimas fatais a cada 1 milhão de habitantes.


Foto: Agência Brasil



04/05/2020, 08h48




Goiás continua sendo um dos estados do Brasil com os índices mais otimistas no que se relaciona ao novo coronavírus e suas consequências. Segundo a plataforma Coronavírus Brasil, do governo federal, Goiás apresenta uma taxa de incidência de mortalidade de 4 vítimas do vírus por milhão de habitantes.
O número coloca o estado ao lado de outros como Mato Grosso do Sul e Minas Gerais, que possuem a mesma taxa, e abaixo de estados como Mato Grosso e Tocantins, que apresentam índice de 3 vítimas fatais a cada 1 milhão de habitantes.
Já os dados quanto aos demais estados são preocupantes. A taxa de incidência de mortalidade por milhão de habitantes no Amazonas está em 132. No Pernambuco está em 68, e no Ceará o número está em 73. Em grandes estados como São Paulo e Rio de Janeiro a taxa de mortalidade está em 57 e 79, respectivamente.

Baixa taxa de mortalidade pelo coronavírus em Goiás não tranquiliza

Mesmo com a baixa incidência de óbitos no estado, os goianos não têm motivos para comemorar. Segundo o último boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde, o número de pacientes confirmados com covid-19 no estado de Goiás aumentou de 825 para 850 do último sábado (2/5) para este domingo (3/5). São 25 casos de coronavírus confirmados no prazo de 24h. O número de óbitos permanece o mesmo: 30 no total. Já quanto a casos suspeitos da doença, o número já beira 10 mil. São 9.939 pessoas que suspeitam terem sido infectadas.
Conforme a Secretaria, existem, até o momento, 30 óbitos confirmados de residentes do estado de Goiás, sendo nos municípios de Águas Lindas de Goiás (1), Anápolis (1), Aparecida de Goiânia (2), Goiandira (1), Goianésia (3), Goiânia (12), Luziânia (3), Paraúna (1), Planaltina de Goiás (1), Pires do Rio (1), Professor Jamil (1), Rio Verde (1) e Valparaíso de Goiás (1). Há um (1) óbito confirmado em investigação quanto a cidade de residência da pessoa.
Há quatro óbitos suspeitos em investigação, sendo em Águas Lindas de Goiás (1), Araçu (1) e dois (2) que estão em investigação quanto a cidade de residência da pessoa.


Via: Dia Online


fixImgOG fixImgOG fixImgOG fixImgOG fixImgOG