Últimas Notícias


sexta-feira, 19 de junho de 2020

Programa GoiásTec é aprovado pela Assembleia Legislativa



A Assembleia Legislativa do Estado de Goiás aprovou, na terça-feira, dia 16, o projeto que institui o programa GoiásTec - Ensino Médio ao Alcance de Todos. De iniciativa do Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), o programa visa oferecer o Ensino Médio em unidades escolares da zona rural, distritos e regiões de difícil acesso, ou com falta de professores de áreas específicas de conhecimento, por meio da transmissão ao vivo de aulas via satélite.

Neste modelo, os estudantes continuam indo à escola, mas as salas de aula são interativas, equipadas para o acesso às aulas transmitidas via satélite. Os alunos são acompanhados por um professor mediador, que tem o papel de auxiliar os educandos e garantir a comunicação deles, via chat, com o professor do estúdio de gravação.

Superintendente de Ensino Médio da Seduc, Osvany Gundim explica a diferença entre ensino a distância (EaD) e GoiásTec. “No EaD, o aluno estuda por plataforma, não tem contato direto com professor. Já no GoiásTec, ele cumpre a mesma carga horária e vai à escola normalmente, todos os dias. O estudante tem o professor mediador, em sala de aula, e o professor de estúdio, habilitado naquela área de conhecimento, com mestrado ou até doutorado”, ressaltou.

Regiões de difícil acesso

Como explica a superintendente, o programa vem para sanar o déficit de professores habilitados em diferentes áreas de conhecimento, nas regiões de difícil acesso do Estado. Por meio do uso de ferramentas tecnológicas, professores habilitados vão ensinar remotamente, enquanto os estudantes são monitorados por um professor mediador.

A superintendente esclarece que o Ensino Médio por Mediação Tecnológica não gera redução de professores no quadro de profissionais da Seduc, uma vez que tem o objetivo de resolver a falta de professores disponíveis nessas localidades.

Histórico do programa

O GoiásTec começou a ser implantado após aprovação do Conselho Estadual de Educação de Goiás (CEE-GO), em agosto de 2019, e publicação do Decreto nº 9.619, do Governo de Goiás, em fevereiro de 2020.

Atualmente, o programa está em curso em regiões de 65 municípios goianos, incluindo comunidades Calunga, com participação de 1.945 alunos.
Com a aprovação do Projeto de Lei, toda a estrutura do programa fica regulamentada e o GoiásTec pode ser instaurado em todo o Estado.

Aulas não presenciais

Devido à suspensão das aulas presenciais em meados de março, por conta da pandemia do coronavírus, o GoiásTec teve de ser adaptado para o regime especial de aulas não presenciais. As equipes pedagógicas têm disponibilizado materiais impressos estruturados e realizado atendimento on-line para que os estudantes prossigam com a rotina de estudos em casa.


Via: Governo de Goiás


fixImgOG fixImgOG fixImgOG fixImgOG fixImgOG