Últimas Notícias


segunda-feira, 27 de julho de 2020

Caiado defende preservação do patrimônio público

Pronunciamento foi feito durante a comemoração dos 46 anos do autódromo de Goiânia que, devido às medidas antecipadas de contenção à propagação do novo coronavírus, sediou a primeira corrida da temporada 2020 da Stock Car, sem a presença de torcida no domingo



“Não podemos deixar com que o patrimônio público seja dilapidado.” Essa foi uma das afirmações do governador Ronaldo Caiado que chamou a atenção de quem acompanhou a solenidade em comemoração aos 46 anos de implantação do Autódromo Internacional Ayrton Senna e que abre também a temporada 2020 da Stock Car. O evento, realizado no Palácio das Esmeraldas e organizado pela Secretaria Estadual de Esporte e Lazer (Seel), contou com a participação de representantes dessa que é uma das principais competições do automobilismo brasileiro.

Ao discursar, Caiado destacou a importância da área esportiva, inaugurada em 1974, pelo ex-governador Leonino Caiado, seu primo, também homenageado nesta sexta-feira, dia 24. Ele ainda mencionou o momento emblemático em que a área do autódromo quase foi vendida para o setor imobiliário. “Quando deputado federal, nós tivemos que promover uma grande luta, um embate enorme, mas com o apoio da população, não deixamos que tal crime se concretizasse”, relatou.

O governador frisou que é dever do Estado proteger aquilo que é propriedade do povo goiano, a exemplo do autódromo, de outras praças de esporte, mas não somente isso. O zelo tem que se estender para além dos limites de quadras, campos e arenas, e alcançar todo e qualquer patrimônio público no Estado. “Essa é uma marca que nós vamos fazer; dar a Goiás a consciência daquilo que é seu, e proteger isso.”

O descaso de gestões anteriores com bens onde o dinheiro público deveria ter sido corretamente aplicado foi explicitado pelo líder do Executivo. Quando assumiu o governo, em 2019, Caiado se deparou com um Estádio Serra Dourada em que a parte inferior de uma arquibancada havia sido transformada em local para falsificação de bebidas alcoólicas. Ele descobriu ainda que nunca havia sido feito um inventário sobre as propriedades do Estado. O resultado depois que a Secretaria Estadual de Administração (Sead) concluiu o trabalho por ele determinado? Mais de 4,5 mil imóveis ocupados por terceiros e desconhecidos da sociedade goiana.

“Um patrimônio, que hoje é calculado em torno de R$ 10 bilhões, estava simplesmente largado. Agora está sendo 100% levantado [pela Sead] e incluído dentro do patrimônio do povo goiano”, informou o governador.

Stock Car

O fato de o governo estadual ter antecipado medidas sanitárias durante a pandemia do novo coronavírus não somente salvou milhares de goianos, mas permite que o Estado, agora, saia da crise de forma mais célere, retome atividades e volte a movimentar a economia. Na área esportiva, adotando um protocolo rígido de segurança sanitária, Goiás vai sediar a primeira corrida de Stock Car de 2020, no próximo domingo, dia 26,, no Autódromo Internacional de Goiânia, porém com os portões fechados.

As medidas preveem restrição na quantidade de pessoas em todos os setores do complexo automobilístico. Cada equipe poderá ter, no máximo, nove pessoas em seu box, já incluindo o chefe de equipe. Mesmo a organização da prova contará com um número mínimo para que a corrida possa ser realizada. Todos os postos como cronometragem, fiscais de prova, resgate e sinalização de pista terão limitação de profissionais.

O secretário de Esporte e Lazer, Rafael Rahif, citou ainda a necessidade do uso da máscara facial e a medição de temperatura corporal das pessoas que estiverem previamente autorizadas a entrar no autódromo. Todos os participantes deverão preencher o formulário de saúde, elaborado pela equipe médica da corrida, e enviá-lo à organização com antecedência, para que o documento seja avaliado. Em relação à alimentação, a recomendação é para que os participantes utilizem os serviços de delivery da cidade.

CEO da Vicar, empresa organizadora da Stock Car e da Stock Light, Carlos Alberto Col agradeceu ao governo por acolher o protocolo de segurança com total responsabilidade e parabenizou a iniciativa e a coragem de Caiado. “Assim como as rodas do automobilismo começam, agora, a girar devagar, assim também vai ser com a roda da economia”, disse, referindo-se ao momento pós-pandemia e também ao fato de que o setor esportivo mobiliza grande contratações de pessoas, serviços e fornecedores.

Para a realização da prova, além das medidas sanitárias, as de segurança para os pilotos também estão em dia. Rahif falou das intervenções feitas recentemente nas caixas de brita do autódromo, antiga demanda dos esportistas, e da restauração da pintura original do local. O titular da Seel também citou outras benfeitorias que têm sido realizadas no Estádio Serra Dourada, um dos palcos do Brasileirão que começa em agosto, já que Goiás e Atlético disputam a série A; e no Estádio Olímpico. Ele também informou que a Copa Truck será realizada em agosto, no autódromo.

Durante o evento, o governador recebeu das mãos de Carlos Alberto Col uma placa de homenagem pelo incentivo dado ao automobilismo brasileiro.

Secretaria de Comunicação – Governo de Goiás


Via: Governo de Goiás


fixImgOG fixImgOG fixImgOG fixImgOG fixImgOG