Últimas Notícias


quarta-feira, 1 de julho de 2020

Governo de Goiás lança projeto inédito de cadastro automático de recém-nascidos ao Ipasgo

Batizada de Bebê Ipasgo, ação prevê cadastro biométrico das crianças ao sistema do plano de saúde ainda nas maternidades



O Governo de Goiás lançou o projeto Bebê Ipasgo, que prevê a inclusão automática de recém-nascidos ao sistema do plano de assistência em saúde. A ação integra o projeto de Identificação Neonatal, da Secretaria de Segurança Pública (SSP-GO), que está implantando a biometria neonatal no Estado de Goiás.

No Ipasgo, a primeira etapa do projeto se iniciou neste mês de junho e dois bebês foram cadastrados ao plano de assistência dentro da maternidade.

O primeiro registro do Bebê Ipasgo aconteceu no dia 4 de junho, em Goiânia, no Hospital da Mulher, com a coleta da biometria neonatal do recém-nascido Felipe. Ele foi incluído como dependente e os pais receberam o cartão de usuário dois dias úteis após o nascimento.

No dia 24 de junho, foi realizado o segundo registro do projeto Bebê Ipasgo, com a recém-nascida Helena Rodrigues Carneiro Sousa. Além do cartão Ipasgo, ela também fez a certidão de nascimento na maternidade.

Com a nova tecnologia, o recém-nascido vai sair do hospital com seu cartão de usuário Ipasgo, podendo realizar todos os procedimentos e exames médicos necessários sem carência. O projeto permitirá também a emissão da certidão de nascimento com CPF e a verificação de reconhecimento biométrico junto de sua mãe antes de receberem alta na maternidade.

Segundo o presidente do Ipasgo, Silvio Fernandes, o objetivo deste projeto é a garantia de segurança e acesso facilitado aos serviços de saúde. “Estamos fortalecendo os laços de acolhimento e realizando de forma integral o monitoramento da saúde do recém-nascido desde os seus primeiros dias de vida com ações preventivas e atendimento personalizado,” afirma.

Através da identificação por impressão digital serão evitados trocas, roubos, vendas, tráfico e adoções ilegais, garantindo maior segurança no processo de identificação dos recém-nascidos, bem como na base de identificação biométrica da Polícia Civil, o que aumentará a probabilidade de resoluções de inquéritos futuros.

Neste período experimental, as usuárias do Ipasgo gestantes, com perfil de participação no projeto Bebê Ipasgo, são contactadas pela Gerência de Ação Preventiva (Geprev). Quando se encerrar a fase de testes, o Bebê Ipasgo estará disponível a todas as gestantes usuárias do plano de assistência.


Via: Governo de Goiás


fixImgOG fixImgOG fixImgOG fixImgOG fixImgOG