Últimas Notícias


segunda-feira, 27 de julho de 2020

União repassa mais de R$ 246 milhões para obras em GO e MT

Valor, conquistado pelo trabalho conjunto de parlamentares e governadores, será investido em obras que beneficiam Goiás e Mato Grosso, reivindicação antiga da população do Norte e Noroeste do Estado



“A gente vai conseguir fazer entregas que vão transformar a logística nesses Estados, que são potência para o Brasil em termos de produção e de agronegócio”, afirmou o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, nesta sexta-feira, dia 24, ao assinar ordens de serviço para a execução de obras em Goiás e no Mato Grosso. Os investimentos são da ordem de R$ 246 milhões. Durante a solenidade, realizada por videoconferência, foram assinadas as ordens de serviço para a construção da ponte sobre o Rio Araguaia, que ligará a BR-080, entre São Miguel do Araguaia, a Ribeirão Cascalheira (MT); e da duplicação da travessia urbana de Formosa, localizada na BR-020, que beneficiará a população do Entorno do Distrito Federal.

O ministro reconheceu o empenho da bancada federal para a conquista dos recursos que vão beneficiar os dois estados, e elogiou a gestão de Caiado. “Agradeço sua parceria. Tenho acompanhado seu trabalho no Estado de Goiás, um trabalho brilhante”, afirmou Tarcísio de Freitas.

Agradecido, o governador Ronaldo Caiado também destacou a parceria que tem mantido com a bancada federal, que beneficia todos os goianos, e elogiou o esforço do governo federal em manter as obras em execução no Estado, mesmo diante da pandemia do novo coronavírus. “Isso mostra a maneira determinada com que vossa excelência e toda sua equipe trabalham, levando o Ministério da Infraestrutura a ser referência para todos nós”, ressaltou Caiado.

Os documentos foram assinados pelo deputado federal Victor Hugo. “Tarcísio tem sido extremamente inteligente, junto com a sua equipe, e tem conseguido contornar todos esses desafios fiscais e alavancar a infraestrutura brasileira. Tenho certeza de que Goiás hoje está em festa”, declarou Victor Hugo, que representou os parlamentares.

O governador do Mato Grosso, Mauro Mendes, reiterou a relevância dos investimentos na região do Vale do Araguaia. “Eu fico muito feliz com essa ordem de serviço. A interação de Goiás com o Mato Grosso, que durante tantos anos foi vista como o Vale dos Esquecidos, de um tempo para cá começou a ser o novo Vale da Prosperidade”, disse Mendes, e completou: “É uma região que está crescendo e ainda vai crescer muito. Se melhorarmos, como estamos melhorando com essas importantes iniciativas, não tenho dúvidas de que o Araguaia será uma das regiões mais produtivas dos Estados do Mato Grosso e de Goiás”.

Investimentos

A construção da ponte que ligará Goiás a Mato Grosso permitirá a implantação de um corredor que vai integrar a BR-242 - que ainda será pavimentada - e que faz conexão com as rodovias federais BR-163 e BR-158. Com isso, haverá um corredor também na BR-080 que ligará Mato Grosso a Goiás em direção à Ferrovia Norte-Sul, melhorando a logística e com expectativa de redução dos custos com frente. “Isso vai beneficiar uma série de pessoas do Noroeste Goiano, na região do Norte e Médio Araguaia”, reafirmou o ministro. Essa obra terá o investimento de R$ 160 milhões, com recursos já garantidos para 2020.

Já para as obras de travessia urbana de Formosa serão investidos R$ 86 milhões. No local, serão executadas obras de duplicação, vias marginais e construção de quatro viadutos, além de implantação de iluminação pública. “Essa obra começa a andar nesse exato momento”, garantiu Tarcísio Gomes. Com o investimento, 150 mil pessoas serão beneficiadas e os 12 mil veículos que transitam diariamente pelo local terão ainda mais segurança e condições de trafegabilidade, o que poderá reduzir o número de acidentes de trânsito e congestionamentos.

O governador Ronaldo Caiado frisou que as transformações na logística do Centro-Oeste atendem a reivindicações antigas dos goianos, além de dar ainda mais potência para o setor econômico. “Aquilo que era um grande ponto de estrangulamento das condições de sermos competitivos com a transferência de toda a produção da região, seja na área da agropecuária, seja na área da mineração, vossa excelência [Tarcísio] trouxe uma alternativa”, ressaltou.

A união dos corredores logísticos à Ferrovia Norte-Sul e Ferrovia de Integração do Centro-Oeste (FICO), que hoje está se tornando uma realidade, dará aos dois Estados contemplados a “capacidade de poder ressuscitar uma região que não tinha perspectivas de ser competitiva diante da logística que era caríssima”, argumentou Caiado. Mauro Mendes concordou com a fala do governador goiano e alegou que “a FICO é extremamente importante para a região, para Goiás e para o Mato Grosso”. “Vejo que nós temos passos importantes sendo dados neste momento no País”, reiterou Mendes.

Ferrovias

Além destas novidades, o ministro prestou contas sobre diversos outros investimentos realizados pelo governo federal em Goiás. Entre eles está o leilão da Ferrovia Norte-Sul, entre Porto Nacional e Estrela D'Oeste. A obra recebeu R$ 1 bilhão em investimentos, e receberá mais R$ 2,8 bilhões. Segundo o Ministério de Infraestrutura, também será criado um Centro de Tecnologia Ferroviário em Anápolis, região onde existe um entroncamento de uma malha de bitola métrica com uma malha de bitola larga. A implantação deste Centro será feita sob a coordenação do Instituto Militar de Engenharia (IME).

Outras obras do Governo Federal em Goiás:
- Concessão da BR-364 e BR-365, entre Jataí e Uberlândia;
- Entrega de 8 quilômetros de duplicação da BR-050, em Catalão - em janeiro;
- Entrega de adequação de capacidade na BR-080, em direção a Padre Bernardo -  em maio;
- Conclusão de 48 quilômetros de restauração da BR-080 - deve ser entregue em agosto;
- Obras do anel viário de Aragarças, na BR-070 - estão em andamento;
- Obras do anel viário de Jataí, na BR-060 - serão retomadas em agosto;
- Duplicação de 14 quilômetros da BR-050 - deverá ser entregue em setembro;
- Obras de recuperação de 25 quilômetros da BR-060, entre Guapó e Cezarina;
- Restauração da BR-070, entre Itapirapuã e Aragarças;
- Restauração de 17 quilômetros entre Águas Lindas e Cocalzinho;
- Manutenção de pavimentação na BR-153, entre Anápolis e divisa de Goiás com Tocantins, rodovia que também já está com processo no Tribunal de Contas da União (TCU) para concessão.

Secretaria de Comunicação - Governo de Goiás


Via: Governo de Goiás


fixImgOG fixImgOG fixImgOG fixImgOG fixImgOG