Últimas Notícias


terça-feira, 11 de agosto de 2020

Em julho, agronegócio respondeu por 79,6% das exportações goianas

Itens como café, complexo soja e carne bovina se destacaram. China continua sendo principal destino dos produtos goianos



De acordo com dados divulgados na última quinta-feira, dia 6 de agosto, pelo Ministério da Economia, por meio do Comex Stat, o agronegócio foi o segmento que dominou as exportações goianas em julho. Do total de US$ 799,3 milhões em exportações no mês passado no Estado, 79,6% foram do agro, o que equivale a US$ 636,3 milhões. No acumulado de janeiro a julho, o índice do agro é ainda maior, com 81,1% das exportações totais goianas. Isso representa mais de US$ 3,9 bilhões do total exportado em Goiás, que foi de mais de US$ 4,9 bilhões. A análise foi feita pela Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa).

Entre os destaques positivos de exportação referentes ao agro, em julho, estão complexo soja, com US$ 357,8 milhões, crescimento de 39,2% em relação a julho de 2019; carne bovina, com US$ 134,7 milhões, aumento de 74,4% em comparação ao mesmo período do ano passado; e o café, que registrou crescimento de 529,3% em relação a julho de 2019, com US$ 4,2 milhões exportados.

No acumulado do ano, ou seja, de janeiro a julho deste ano, as maiores taxas de crescimento de exportação do agro foram registrados no café, com aumento de 1.776,4% se comparado ao mesmo período de 2019, com mais de US$ 18,5 milhões; carne suína, com US$ 7,4 milhões e aumento de 173,8% em relação a janeiro e julho do ano passado; e complexo soja, com 40% de crescimento e US$ 2,6 bilhões.

Destinos

Na avaliação dos produtos do agronegócio, a China foi o principal parceiro. Goiás exportou 63,7% dos itens do complexo soja para os chineses em julho (mais de US$ 227,7 milhões); e no acumulado de janeiro a julho, 70,5% (mais de US$ 1,8 bilhões). Já na carne bovina, 63,5% das exportações foram para a China, em julho (US$ 85,5 milhões) e no acumulado, 57,9% (US$ 382,4 milhões).

Parceria

Segundo o secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Antônio Carlos de Souza Lima Neto, os números de exportação do agronegócio, em Goiás, revelam a importância que o segmento exerce para movimentar a economia no Estado. “A cada nova divulgação mensal do Comex, percebemos que o agro domina as exportações goianas. No acumulado do ano, também superamos os 80% de tudo o que foi exportado por Goiás. Isso é reflexo do trabalho de fortalecimento da cadeia produtiva agropecuária no Estado, inclusive no período de pandemia da Covid-19. Já ressaltamos essa informação algumas vezes, mas é preciso evidenciar que as atividades do segmento não pararam, exatamente para permitir que a economia possa crescer e garantir, não só exportação, mas o abastecimento por alimentos no mercado interno”, destaca.

Antônio Carlos enfatiza ainda que é política do Governo de Goiás, por meio da Seapa e outras pastas, como Indústria e Comércio (SIC), Desenvolvimento e Inovação (Sedi) e, agora, a Secretaria da Retomada, trabalhar para que a economia se fortaleça, abrindo possibilidades de novos mercados para os produtos goianos. “Essa é uma orientação do governador Ronaldo Caiado e temos atuado, de forma conjunta entre Secretarias, para permitir o desenvolvimento não só do agro, mas de todos os setores econômicos de Goiás”, reforça.

Mais informações: (62) 3201-8925

Comunicação Setorial Seapa - Governo de Goiás


Via: Governo de Goiás


fixImgOG fixImgOG fixImgOG fixImgOG fixImgOG