Últimas Notícias


terça-feira, 30 de março de 2021

Governo de Goiás e Codevasf assinam ordem de serviço para construção de 54 pontes

Presidente da Goinfra, Pedro Sales, e diretor-presidente da Codevasf, Marcelo Andrade, assinam ordem de serviço para execução de 54 pontes pelo interior do Estado. (Fotos: Lucas Diener)


O Governo de Goiás, por meio da Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra), oficializou, nesta segunda-feira (29/03), durante reunião em Brasília, um termo de cooperação técnica com a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) no valor de R$ 21,8 milhões para a execução de 54 pontes no Estado. Representante do governador Ronaldo Caiado, o presidente da agência, Pedro Sales, assinou a ordem de serviço junto ao diretor-presidente da Codevasf, Marcelo Andrade, para que seja dado início à implantação das estruturas já nos próximos 15 dias.


“Rotas estruturantes, trechos estratégicos que estavam com a trafegabilidade comprometida pela ausência de pontes ou com elevado nível de deterioração serão beneficiados, graças à credibilidade do nosso governador”, adiantou Pedro Sales, ao final do encontro. O presidente agradeceu ainda o empenho do senador goiano Luiz do Carmo, que participou virtualmente da reunião, na destinação de emendas para a execução das pontes e enfatizou: “Vamos revolucionar a infraestrutura do Estado de Goiás”.

{{ADS001}}

A construção em parceria com a Codevasf, empresa pública ligada ao Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), faz parte do Goiás em Movimento – Eixo Pontes, programa promovido pela Goinfra. Nesta etapa, serão contemplados 13 municípios, com quatro frentes de serviço abertas nas regiões Nordeste, Norte, Centro e Sudoeste do Estado. Todas essas pontes serão mistas, executadas em concreto e aço, e serão implantadas em vias não-pavimentadas.


Dentre as pontes modulares, a menor estrutura terá seis metros, mas há casos como os de São João d´Aliança, Morro Agudo de Goiás e Doverlândia, em que serão executadas pontes com 24 metros de extensão. Na lista de municípios beneficiados estão ainda Formosa, Bonópolis, Porangatu, Alto Paraíso de Goiás, Itapuranga, Silvânia, Palestina de Goiás, Caiapônia, Jataí e Serranópolis, que foram definidas de forma estratégica pelo Governo de Goiás.


“A implantação dessas 54 pontes é muito importante para a nossa infraestrutura de logística. Daremos mais condições ao transporte de mercadorias, à produção agropecuária e à realização dos negócios que acontecem em todo o interior”, salientou o diretor de Planejamento da agência, Riumar dos Santos. Ele ressalta que o programa chega em boa por hora, já que as estruturas existentes são antigas e estão deterioradas, no final de sua vida útil.


Por outro lado, os veículos que transportam safras e mercadorias obrigam o Estado a projetar construções rodoviárias mais robustas. “São carreatas bem maiores, de até nove eixos, que exigem uma estrutura de concreto armado e aço, que possa suportar todo esse tráfego intenso nas estradas”, explicou Riumar.


O Goiás em Movimento prevê a recuperação ou a implantação de pontes em todo o interior, trabalho que já está em execução e que será intensificado a partir de abril, com o fim do período chuvoso. “Ampliamos esse primeiro bloco com recursos da Codevasf e vamos para o segundo, com mais de 100 pontes construídas ou melhoradas com recursos estaduais”, pontuou o presidente da Goinfra, Pedro Sales.


A agência já programa ainda uma terceira etapa de construção de pontes pelo interior, desta vez em parceria com a Federação da Agricultura do Estado de Goiás (Faeg), o Instituto para o Fortalecimento da Agropecuária de Goiás (Ifag) e a Fundação Fundo para o Desenvolvimento da Pecuária em Goiás (Fundepec). Para agilizar as obras nessa última fase, os projetos executivos serão financiados pelo setor produtivo.


 Editado por Petras Souza via Agência Goiana de Infraestrutura e Transporte- Goinfra


Fonte: Agência Cora de Notícias


fixImgOG fixImgOG fixImgOG fixImgOG fixImgOG