Últimas Notícias


quarta-feira, 17 de março de 2021

MP-GO pede bloqueio de R$ 57,4 milhões de pessoas ligadas à antiga Agetop



O Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO) solicitou o bloqueio de bens de quatro pessoas que eram ligadas à antiga Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop). Ao todo, os bens citados no pedido foram avaliados em R$ 57,4 milhões. Os envolvidos também estão ligados à empresa Terra Forte Construtora. A Agetop passou por uma reformulação e atualmente é Goinfra.

{{ADS001}}

O MP-GO denuncia suposta improbidade administrativa. Os alvos da ação do MP-GO são o ex-presidente da Agetop, Jayme Rincón; o ex-diretor de Obras Rodoviárias, Antônio Porto; o ex-chefe do Núcleo Jurídico, Íris Bento Tavares; e o fiscal de obras Arnaldo de Barros Moreira da Silva. Além deles, a empresa Terra Forte e seu dono, o empresário Carlos Eduardo Pereira da Costa, são citados na ação.


Fonte: A Redação 



fixImgOG fixImgOG fixImgOG fixImgOG fixImgOG