Últimas Notícias


domingo, 14 de março de 2021

Rodrigo Maia afirma que deixará o DEM para se filiar ao MDB, diz revista

 Deputado foi presidente da Câmara Saiu com derrota na eleição do sucessor


Rodrigo Maia chora em seu discurso de despedida da presidência da Câmara


O deputado federal Rodrigo Maia (DEM-RJ) afirmou à revista Veja que pretende deixar o Democratas para se filiar ao MDB. A decisão vem pouco mais de 1 mês depois da derrota que obteve na Câmara, na tentativa de eleger um sucessor para a presidência da Casa. O congressista fluminense defendia a candidatura de Baleia Rossi (MDB-SP), mas quem venceu a disputa foi Arthur Lira (PP-AL), apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro.


Maia e Bolsonaro tiveram diversas rusgas durante os 2 primeiros anos de mandato do presidente. As diferenças se acentuaram depois da pandemia de covid-19. O então presidente da Câmara era contrário à gestão da crise encampada pelo Palácio do Planalto. As altercações públicas envolveram, inclusive, ministros, como Paulo Guedes.


Rodrigo Maia atribuiu a derrota na Câmara ao presidente do DEM, ACM Neto, ex-prefeito de Salvador. Segundo ele, o baiano articulou um acordo entre deputados da legenda e líderes do governo na Câmara, para que o grupo não votasse em Baleia Rossi.


Dias depois da saída da presidência da Câmara, em entrevista, Maia disse que a legenda partiu para a extrema-direita e que ACM Neto “não tem caráter”.


Entre as supostas vantagens oferecidas ao partido, estaria a indicação de João Roma (Republicanos-BA) para o ministério da Cidadania.


Neto negou as acusações e disse que buscou evitar que a derrota de Maia na Câmara terminasse como vexame. Roma afirmou que ninguém trabalhou pela nomeação dele ao governo.


Ainda de acordo com a Veja, a troca de partido já foi decidida por Maia, mas ele só deve mudar de legenda se conseguir autorização do TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Isso porque, caso se filie a outra bandeira, durante o mandato, corre o risco de perder o cargo, por causa da legislação eleitoral.


O Poder360 tenta contato com Maia e com outros líderes do MDB, mas ninguém foi encontrado para comentar a movimentação partidária do ex-presidente da Câmara.


Fonte: Poder360


fixImgOG fixImgOG fixImgOG fixImgOG fixImgOG