Últimas Notícias


sábado, 20 de março de 2021

Senador Canedo recua e adere ao fechamento intermitente do governo do estado

Medidas anteriores eram mais brandas e previam restrições por sete dias


(Foto: divulgação/Prefeitura)


A prefeitura de Senador Canedo voltou atrás e aderiu ao decreto estadual de fechamento intermitente publicado pelo governo do estado na última terça-feira (16). As medidas anteriores adotadas pelo município eram mais brandas e previam restrições por sete dias.


A mudança de postura aconteceu depois que o Ministério Público de Goiás (MP-GO) emitiu uma recomendação, solicitando que o Paço Municipal aderisse às medidas tomadas em âmbito estadual. O promotor responsável pela recomendação, Glauber Rocha Soares, ressaltou que a medida tinha caráter extrajudicial, mas que estavam previstas sanções administrativas e judiciais.

{{ADS001}}

“Adverte-se que eventual descumprimento da presente recomendação importará na tomada das medidas administrativas e judiciais cabíveis, inclusive no sentido de apuração de responsabilidades civil, administrativa e criminal dos Agentes Políticos”, escreve o promotor e dá ao gestor o prazo de 24h para informar as medidas adotadas.


Confira o novo decreto na íntegra aqui.


Nesta quinta, vale lembrar, o Estado chegou a 10 mil mortes pela Covid-19. O governador Ronaldo Caiado (DEM), então, fez um pronunciamento oficial pedindo que os goianos aderissem ao escalonamento proposto.


“Eu peço, que por favor, entendam o momento que estamos vivendo. São vidas, não números. Pessoas queridas que se foram. Estamos com pouco tempo da vacinação iniciada. Esse novo vírus tem potencial de transmissão muito maior. Vocês estão vendo que os leitos estão se esgotando. Precisamos que nos deem os 14 dias para salvar vidas”, fez o apelo.


Fonte: Mais Goiás


fixImgOG fixImgOG fixImgOG fixImgOG fixImgOG