Últimas Notícias


sábado, 10 de abril de 2021

Morre Wilson Violati, um dos servidores mais antigos da Câmara de Goiânia, vítima da covid-19

Presidente do Legislativo, vereador Romário Policarpo decreta luto oficial de três dias pela "perda irreparável" do servidor, que trabalhava na Casa desde 1982 e atravessou 11 legislaturas Em cumprimento ao luto decretado pelo presidente Romário Policarpo, Sessão Prestação de Contas do prefeito Rogério Cruz é transferida para terça-feira, dia 13



Morreu neste sábado (10/4), em decorrência de complicações de infecção por covid-19, o coordenador de Manutenção e Serviços Gerais da Câmara Municipal de Goiânia, Wilson Violati, de 68 anos. Servidor do Poder Legislativo há 39 anos, Violati estava internado no Hospital Urológico desde 24 de março. Em 4 de abril, foi transferido para uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

{{ADS001}}

O presidente da Câmara Municipal de Goiânia, vereador Romário Policarpo (Patriota), decretou luto oficial de três dias pelo falecimento de Violati. Assim, a Sessão de Prestação de Contas do Executivo relativa ao terceiro quadrimestre de 2020, que seria realizada nesta segunda-feira (12) foi adiada para terça-feira (13), às 8 horas.


Wilson Violati nasceu em Uberlândia em 8 de novembro de 1952. Na capital de Goiás, ingressou na Câmara Municipal de Goiânia em 13 de agosto de 1982. Fez toda sua carreira profissional no Poder Legislativo, onde trabalhou por 11 legislaturas e participou da gestão de 20 mesas diretoras. Violati deixa esposa, filhos e netos.


Torcedor fanático do Atlético Clube Goianiense, Violati expressava seu amor à agremiação vestindo a camisa do time tanto para trabalhar quanto em ocasiões especiais. Com a pandemia de covid-19, as máscaras faciais com as cores e o emblema do ACG se tornaram sua nova marca de estilo.


"É uma perda irreparável, que jamais será compensada. Violati era um servidor exemplar, dedicado, extremamente presente, sempre pronto para qualquer missão", afirma o presidente Romário Policarpo. "Violati era um ser humano incrível, um colecionador de admiradores e amigos. É impossível para todos nós, servidores e vereadores, imaginar o Poder Legislativo sem ele", afirma.


Fonte: Câmara Municipal de Goiânia


fixImgOG fixImgOG fixImgOG fixImgOG fixImgOG